Os 7 perigosdo ronco que assustam população brasileira (apneia do sono)

Se você é uma pessoa que não ronca, então você deve conhecer alguém que ronque, na verdade essa é uma causa comum da população mundial, ele pode ser ocasionado por vários fatores, as principais são, a obesidade, o tabagismo, a obstrução nasal, o alcoolismo e alterações anatômicas na garganta.

Qual o verdadeiro perigo do ronco

O Ronco é perigoso, na verdade ele é um alerta que pode estar havendo algo mais grave, como a apneia do sono, ocorre durante uma parada de respiração por alguns segundos, durante a noite de sono.

Roncar não significa ter apneia do sono, ele apenas pode ser um dos sintomas da doença, se você deseja saber se o seu ronco, vem acompanhando da apneia do sono, verifique a lista abaixo:

→ Sonolência em excesso durante o dia
→ Concentração de gordura no abdômen
→ Dor de cabeça ao acordar
→ Sono agitado
→ Aumento da vontade de urinar durante a noite
→ Boca seca ou sede ao acordar
→ Perda de produtividade

Obs, também há exames médicos para diagnosticar a apneia do sono.

Perigos da apneia do sono

Há uma relação da apneia do sono com vários outros problemas de saúde, que podem resultar em problemas mais graves como arritmia cardíaca, diabetes, hipertensão e derrame.

1) Dispara a pressão

A relação da apneia e hipertensão, isso acaba ativando de forma exagerada o sistema nervoso, afetando o fluxo sanguíneo, aumentando a chance de algum problema cardiovascular.

Estudos mostram que isso não só faz pressão a pressão aumentar, como também afeta a eficácia dos remédios anti-hipertensivos.

Segundo o estudo da HeartBEAT Study, afirma que, 58% das pessoas com apneia grave tiveram uma resistência maior ao tratamento.

2) Afeta o coração

Brigham and Women’s Hospital, estudou o músculo de 1 625 mulheres, as que roncavam tinham os maiores índices de troponina, uma substância presente em pessoas que estão no início de uma insuficiência cardíaca.

Uma forte pressão no peito é causada pelo esforço da respiração, dificultando os batimentos do coração. Isso faz com que ele se desgaste e fique mais fraco.

3) Abala a ereção

A apneia pode chegar a impactar até o sexo. Além de afetar ops vasos do pênis fazem a ereção acontecer, a apneia do sono confunde a fabricação de testosterona. Podendo acabar com qualquer sexo.

5) Aumenta a chance de pneumonias

Logo após o bloqueio da faringe, a respiração volta com força, acompanhada de estrondos e engasgos. Isso é um perigo: a volta de oxigênio facilitando a aspiração de sujeira, que vão direto aos pulmões.

6) Diminui a imunidade

A apneia afeta a imunidade, fazendo com que você pegue uma gripe ou pneumonia mais facilmente.

7) Aumenta os níveis de glicose (açúcar no sangue

A apneia é capaz de modificar a ação da insulina, hormônio que permite à entrada de glicose nas células, isso pode acabar causando diabete. Quanto mais fortes forem os roncos, maiores as chances de uma elevação de açúcar no sangue. A apneia mais grave aumenta as chances em mais de 30% de se ter diabete.

Outros problemas que podem ser agravados pela apneia do sono:

→ Irritabilidade

→ Depressão;
→ Ansiedade;
→ Problemas de libido;
→ Dificuldade de aprendizado;
→ Problemas de memória ou concentração;
→ Agravamento da asma;
→ Síndrome metabólica;
→ Diabetes;
→ Hipertensão;
→ Problemas no coração (como arritmias);
→ Doença cardiovascular, como infarto ou derrame

Saiba como acabar com o ronco clicando aqui

Copyright © 2019 Fernando Dammann – Todos os Direitos Reservados